Sugar Ray Leonard diz que técnico abusava sexualmente dele

terça-feira, 17 de maio de 2011 21:25 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O ex-campeão de boxe Sugar Ray Leonard afirma em um novo livro que foi abusado sexualmente quando era adolescente por um importante técnico olímpico, informou o jornal New York Times na terça-feira.

O jornal disse que Leonard fez a revelação em sua autobiografia, "The Big Fight: My Life In and Out of the Ring", que deve ser publicada em junho.

Leonard, agora com 55 anos, contou que foi abusado por um técnico, cujo nome não foi divulgado, em duas ocasiões, segundo o Times.

A primeira foi durante uma competição em Utica, Nova York, quando ele tinha 15 anos. A segunda, anos depois, ocorreu num carro estacionado enquanto o técnico discutia com ele as perspectivas para os Jogos Olímpicos de 1976.

"Ele abriu o zíper da minha calça e colocou a mão, e depois a boca, numa área que me deixou assombrado por toda vida. Eu não gritei. Não olhei para ele. Apenas abri a porta e corri", escreveu Leonard, de acordo com o jornal.

Leonard, que conquistou a medalha de ouro no peso meio-médio da Olimpíada de Montreal, disse que o fato o acompanhou por anos, mas decidiu revelar em seu livro para tentar ajudar em seu próprio processo de cura.

"Percebi que nunca ficaria livre a menos que revelasse toda a verdade, não importa o quanto isso machuca", ele escreveu.

O ex-boxeador também discute o uso de cocaína, a paternidade aos 17 anos e o fato de ter crescido num ambiente de abuso de álcool e violência doméstica.

Durante sua carreira, Leonard ganhou títulos em cinco categorias diferentes e é apontado como um dos maiores boxeadores da história.

(Reportagem de Julian Linden)