Despedida de Ronaldo na seleção terá poucos minutos em campo

quinta-feira, 19 de maio de 2011 15:25 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O atacante Ronaldo vai se despedir da seleção brasileira com poucos minutos em campo, mas festa antes e durante o amistoso com a Romênia, no dia 7 de junho, em São Paulo.

A ideia do técnico Mano Menezes é colocá-lo para jogar por alguns minutos no transcorrer do primeiro tempo para que o atacante, maior artilheiro da história das Copas do Mundo, possa se despedir oficialmente da seleção.

"Ronaldo não vai sair jogando. Vai jogar alguns minutos e vai ter no intervalo o ápice da sua festa de despedida. Retornaremos para o segundo tempo sem ele", disse o treinador em entrevista coletiva na quinta-feira.

"Queremos que esses minutos sejam muito agradáveis e que tenha esse significado de marcá-lo definitivamente nesse último momento", acrescentou.

O treinador destacou que, apesar de ser um jogo de despedida, o amistoso com a Romênia é muito relevante para a preparação para a Copa América e ocorrerá diante da exigente torcida brasileira. "Temos que vencer", resumiu ele.

Ronaldo se aposentou este ano, após passagem de cerca de dois anos pelo Corinthians, onde conviveu com idolatria e problemas de peso.

"Não vou pedir nenhum cuidado especial ao Ronaldo porque (ele) tem clara noção do que vai significar esse jogo para ele e não vamos fazer nesse período que não conseguimos antes. Não é hora da exigência, mas do carinho", declarou.

Antes de assumir a seleção brasileira, no ano passado, Mano Menezes comandou o atacante no time paulista.

"Tive o privilégio de dirigi-lo por duas temporadas e para mim vai ser um prazer estar ao lado dele de novo", disse o técnico. "Para um jogador como ele e que teve a trajetória que ele teve na seleção e no futebol, os últimos minutos em campo devem ser muito marcantes. Aqui é a casa dele", afirmou o treinador.   Continuação...