Fifa não é corrupta, diz Blatter

domingo, 22 de maio de 2011 10:10 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - A Fifa não é uma organização corrupta e não há evidência que apoie as recentes acusações de irregularidades na entidade máxima do futebol mundial, afirmou o presidente da instituição, Sepp Blatter.

O suíço, que disputa a reeleição, bateu com força na mesa quando estava discutindo alegações de que membros do comitê executivo da Fifa tinham pedido por favores ou dinheiro em troca por votos na decisão de dezembro das sedes da Copa do Mundo de 2018 e 2022.

"Não há evidência, pedimos por evidência e este famoso informante estará na Fifa na quarta-feira", disse Blatter a jornalistas em referência a uma fonte do jornal britânico Sunday Times que afirmou que há irregularidades na entidade.

"Temos mais de 300 milhões de pessoas (na Fifa) e em uma família de 300 milhões de pessoas, há uma ou duas (...) que poderíamos chamar de ovelha negra (...) alguém que não é bom para a família."

"Então, por favor, parem de dizer que a Fifa é corrupta. A Fifa não é corrupta...definitivamente não é."

Blatter está visitando a sede da Copa de 2010 para discutir o legado do torneio ao país e para angariar apoio para a eleição de 1o de junho, quando ele enfrentará o chefe do futebol na Ásia, Mohamed Bin Hammam, do Catar.

"Recebi muitos cumprimentos, cumprimentos suficientes para ganhar a eleição", brincou Blatter.