Mudanças vão deixar a Ferrari mais forte, afirma dirigente

sexta-feira, 27 de maio de 2011 20:35 BRT
 

Por Alan Baldwin

MÔNACO (Reuters) - O chefe da Ferrari Stefano Domenicali não está preocupado com o seu futuro na equipe de Fórmula 1, disse o italiano nesta sexta-feira. Mudanças estão sendo feitas na escuderia para tentar a recuperação em um decepcionante começo de temporada.

Ele reconheceu, contudo, que pode ter o seu cargo sob risco. "Não estou preocupado com isso, para ser honesto. Está bem claro", disse ele a repórteres no Grande Prêmio de Mônaco. "Eu conheço as regras. Se as coisas não estiverem indo bem, é normal que o líder tenha que, digamos, pagar por isso."

Domenicali supervisionou várias grandes mudanças nesta temporada, com o diretor-técnico Aldo Costa sendo transferido nesta semana para outra área não especificada na fábrica de Maranello.

A decisão acontece depois de um deprimente Grande Prêmio da Espanha, em Barcelona, no qual o piloto da Ferrari Fernando Alonso terminou em quinto, mas foi ultrapassado depois de liderar nos estágios iniciais da prova. A Ferrari é atualmente a terceira na classificação, mas está muito atrás dos líderes da Red Bull.

Domenicali negou que a reorganização no time técnico, com o ex-funcionário da McLaren Pat Fry ficando na prática com a vaga de Costa, seja uma resposta ao que aconteceu na Espanha e disse que isso já vinha sendo planejado por algum tempo.