Miami e Dallas prometem uma final clássica na NBA ASQUETE-NBA-F

domingo, 29 de maio de 2011 14:07 BRT
 

Por Simon Evans

MIAMI (Reuters) - O melhor jogador dos playoffs da NBA enfrentará o mais criticado trio do basquete profissional quando Dirk Nowitzki e o Dallas Mavericks encontrar o Miami Heat nas finais da NBA que começam nesta terça-feira.

A série em melhor de sete jogos repetirá as finais de 2006, nas quais o Miami venceu, reagindo após estar perdendo por 2 x 0 e perdendo por 12 pontos a cinco minutos do fim no terceiro jogo, uma amarga experiência vivida pelo Dallas.

O atual time do Dallas é mais forte, resistente e esperiente, e mostrou sua classe ao passar pelo Los Angeles Lakers na segunda rodada dos playoffs, enquanto o Heat é muito diferente daquele time que triunfou cinco anos atrás.

Da equipe de 2006, apenas Dwyane Wade e Udonis Haslem permanecem no time com o duas vezes MVP LeBron James e o seis vezes escolhido para o All Star Game Chris Bosh formando o o tão apregoado 'Big Three' com Wade.

Enquanto Wade lutou na final da Conferência Leste com o Chicago Bulls, os esbarrões e hematomas de uma longa temporada que fizeram muitas vítimas, ele fez grandes jogadas e parece ter ignorado as lesões.

Bosh é o menos técnico do trio e inicialmente procurou se ajustar a uma nova forma de jogar e ser mais duro, mas mostrou seu valor na temporada.

James decidiu se mudar para Miami ao se tornar livre de agnetes no ano passado, e despertou um enorme debate sobre ser apropriado montar uma equipe tão cara quanto talentosa.

James foi à TV para anunciar que estava deixando o Cleveland e, como ele mesmo disse, "levar meu talento para South Beach" e apesar do pedido de desculpas pela forma como conduziu sua saída de Ohio, muitos ainda não superam sua mudança.

Dallas está queimando de desejo de dar o troco pela amaraga derrota de 2006, embora o registro de confrontos contra o Miami seja de total domínio, vencendo todos os dez jogos após a final, incluindo os dois da atual teporada.

O gigante alemão Nowitzki, de 2,13 cm de altura, tem sido excelente nos playoffs, com 28,4 pontos por jogo e perto do automático em termos de arremessos livres.