Presidente da Fifa lança críticas contra Inglaterra

sexta-feira, 3 de junho de 2011 15:16 BRT
 

BERNA (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, ecoou os comentários feitos pelo vice-presidente da entidade, Julio Grondona, de que a Inglaterra sempre é a fonte das acusações contra o organismo que governa o futebol mundial.

Reeleito na quarta-feira para um quarto mandato, Blatter brincou que estava com "orelha de couve-flor" por causa da enxurrada de críticas à Fifa nas últimas semanas.

"Minha disposição para brigar aumentou porque estou convencido de que muito, ou a maioria, das acusações contra a Fifa não são corretas", disse ele numa entrevista ao jornal suíço Tagesanzeiger.

"De uma forma impressionante, isso vem sempre do mesmo lugar...O presidente da federação inglesa (David Bernstein) disse quase às lágrimas: 'Não tenho prazer em dizer isso'. Então por que ele disse?"

O argentino Grondona desferiu um forte ataque contra a Inglaterra durante o Congresso da Fifa na quarta-feira de que o país reclama desde 1974, quando Stanley Rous perdeu a presidência para João Havelange. Ele também acusou a imprensa britânica de publicar mentiras.

A proposta da federação inglesa de futebol de cancelar a eleição de quarta foi derrotada.