Vitória de Li em Roland Garros põe Ásia no mapa dos Grand Slams

sábado, 4 de junho de 2011 13:30 BRT
 

Por Julien Pretot

PARIS (Reuters) - A chinesa Li Na venceu a campeã do ano passado Francesca Schiavone por 6-4 e 7-6 na final do Aberto da França neste sábado e se tornou a primeira tenista de uma nação asiática a vencer um título de simples em grand slam.

Sexta no ranking, Li, que perdeu a final do Aberto da Austrália no início deste ano, pegou a folha de táticas da quinta colocada Schiavone e rasgou-a, numa confiante demonstração de força e precisão.

Li, que bateu Victoria Azarenka e Maria Sharapova no caminho até a final, construiu seu sucesso com base no rápido backhand e no saque preciso enquanto Schiavone não acertou o passo no saibro de Roland Garros.

Li concedeu a Schiavone, que esperava quebrar o ritmo com suas cortadas em backhand, apenas cinco pontos de saque no primeiro set.

Ela quebrou o serviço de sua oponente no primeiro game do segundo set e salvou um break point com um ace e abriu vantagem de 2-0, apenas para Schiavone reagir.

Li conseguiu um break point e poderia ter feito 5-2, que Schiavone salvou com um saque decisivo e depois conseguiu vencer o game.

A milanesa de 30 anos ainda empatou em 4-4, e levou a disputa para o tie-break que Li venceu por 7-0.