Nadal vence Federer e conquista Roland Garros pela 6a vez

domingo, 5 de junho de 2011 15:32 BRT
 

Por Mark Meadows

PARIS (Reuters) - Rafael Nadal conseguiu empatar o recorde de conquistas no Aberto da França ao vencer por 7-5, 7-6, 5-7 e 6-1 Roger Federer neste domingo, mantendo o domínio contra seu grande rival no saibro.

A vitória também significou que o espanhol se igualou ao recorde de conquistas de Bjorn Borg em Roland Garros, além de garantir que ele se mantém como o número 1 do mundo apesar da pressão de Novak Djokovic.

O suíço Federer, que tentava vencer Nadal em Paris pela primeira vez em cinco tentativas, abriu liderança de 5-2 no primeiro set e desperdiçou um set point. Errando muito, ele viu o seu rival, que era o principal cabeça de chave, se recuperar com rebatidas de recuperação excepcionais.

Nadal conseguiu sete games na seqüência para fechar o primeiro set e abrir 2-0 no segundo, sob uma admirada torcida na quadra Philippe Chatrier, que estava em sua maioria apoiando o recordista de conquistas em torneios Grand Slam, com 16 vitórias, Federer.

Um começo de torneio ruim de Nadal já fazia parte do passado quando dois dos melhores tenistas do mundo foram se enfrentar na final. Especialmente depois que Federer, o terceiro cabeça de chave, acabou com a série invicta de 41 partidas de Djokovic na semifinal.

Como os outros duelos épicos dos tenistas, este foi outro com emocionantes ralis e jogadas vencedoras impressionantes. Mas Nadal, chamado de "Rei do Saibro", merecidamente prevaleceu.

Nadal, que perdeu apenas uma única partida nos sete anos em que disputa o Aberto da França, deu um pouco de espaço para Federer no segundo set, mas venceu com facilidade o tiebreak por 7-3.

Federer lutou e abriu 4-2 no terceiro set com jogadas sublimes antes de fechar o set para estender a partida.

O suíço tinha 0-40 no primeiro serviço de Nadal no quarto set, mas o espanhol voltou atropelando para conquistar o seu décimo título de Grand Slam quando um resignado Federer jogou para fora e o emotivo espanhol se jogou de joelhos no chão para comemorar.