Ronaldo dá adeus à seleção sob aplausos e sem gol

quarta-feira, 8 de junho de 2011 00:05 BRT
 

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - Foram 15 minutos e três chances desperdiçadas. O atacante Ronaldo se despediu da seleção brasileira na terça-feira em amistoso contra a Romênia, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, sem gols, mas sob muitos aplausos.

"Não consegui fazer um gol, que seria uma pequena retribuição de tudo que vocês fizeram por mim", disse Ronaldo em discurso à torcida em um púlpito montado no meio do campo, no intervalo da partida que marcava 1 x 0 para o Brasil.

"Só tenho que agradecer todo o apoio, todo o amor que o povo brasileiro me deu todos esses anos", acrescentou ele, aplaudido pelo estádio, que não estava completamente lotado.

O maior artilheiro de Copas do Mundo entrou em campo aos 30 minutos do primeiro tempo no lugar de Fred e preferiu dar toques de primeira, evitando contato com os marcadores, e teve três boas chances de marcar. A primeira delas ao receber passe de Neymar dentro da área. O goleiro defendeu.

Acima do peso, Ronaldo, que anunciou sua aposentadoria em fevereiro, perdeu um gol feito, logo depois de chutar por cima, completamente livre de marcação.

O atacante, duas vezes campeão mundial pela seleção, teve outra chance em seguida, ao finalizar em cima do goleiro, fazendo a torcida no Pacaembu lamentar.

Ele deixou o campo em um túnel feito por jogadores de Brasil e Romênia e deu uma volta no estádio que o viu jogar a maior parte de suas partidas pelo Corinthians, seu último clube.

Ronaldo se enrolou em uma bandeira brasileira jogada pela torcida e estava acompanhado de seus dois filhos mais velhos.   Continuação...

 
O jogador Ronaldo segura uma bandeira do Brasil jogada pela torcida no intervalo de sua última partida pela seleção brasileira, contra a Romênia, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. 07/06/2011 REUTERS/Paulo Whitaker