É ingenuidade questionar ingressos corporativos de Jogos--Coe

quarta-feira, 8 de junho de 2011 18:14 BRT
 

Por Mitch Phillips

LONDRES (Reuters) - Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 foram novamente forçados a defender a política de ingressos para as Olimpíadas nesta quarta-feira, em meio à contínua reclamação de centenas de milhares de pessoas que tentaram comprar os ingressos e ficaram de mãos vazias.

Conforme novas pesquisas continuam revelando a frustração de fãs que não conseguiram nenhum ingresso depois de várias rodadas de vendas, o chefe da organização dos Jogos, Sebastian Coe, disse que é "ingenuidade" reclamar de muitos ingressos estar indo para patrocinadores corporativos.

"Aqueles que não conseguiram nas primeiras rodadas terão todas as oportunidades para tentar novamente na próxima rodada para as centenas de milhares de ingressos nas várias faixas de preço disponíveis", disse Coe à BBC. "As corporações podem ficar com oito por cento dos ingressos, os pacotes de ingresso de alto valor representam um por cento dos ingressos."

Ele acrescentou: "As corporações, em grande parte, pagam pelos Jogos, então não devemos ser ingênuos sobre isso. Cerca de 25 por cento do orçamento operacional para os Jogos veem da venda de ingressos e as corporações estão contribuindo com 1,5 bilhão de libras para o que estamos fazendo."

"É lógico que eles têm acesso aos eventos, eles estão praticamente pagando por eles. Então não acho que isso seja sem sentido."