Acusado de curtir noitadas, Gullit é demitido de clube russo

terça-feira, 14 de junho de 2011 17:17 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O ex-jogador da Holanda Ruud Gullit foi despedido de seu cargo como treinador do Terek Grozny, da liga russa, após a derrota nesta terça-feira em uma partida que estava estabelecida como a última oportunidade para ele mostrar seu interesse pela equipe.

Mais cedo nesta terça, o clube disse em seu site que Gullit estava mais interessado nos bares e discotecas do que em comandar o time, que ocupa uma posição ruim no campeonato, e que o jogo com o Ankar Perm era decisivo para sua permanência.

Depois da derrota por 1 x 0, com um gol sofrido nos segundos finais da partida, o líder da conturbada região da Chechênia, Ramzan Kadyrov, que também é o presidente do Terek, anunciou: "Gullit não comandará mais o Terek".

"Ele não conseguiu provar que é um treinador. Sob seu comando nesta temporada a equipe só obteve maus resultados em todas as partidas", disse Kadyrov à agência de notícias russa Interfax.

Em um comunicado publicado mais cedo, o Terek havia criticado duramente a atitude do treinador.

"Hoje devemos reconhecer que Gullit não justificou as esperanças da direção do clube", disse o clube, acrescentando que o treinador se negou a assumir sua responsabilidade por seus resultados ruins.

Em vez de trabalhar mais para melhorar a posição da equipe na liga, Gullit estava "pensando em bares e discotecas", disse a nota.

Quando Gullit assinou contrato de 18 meses, Kadyrov disse que a missão dele era ajudar o clube a classificar-se para as competições europeias ao final da temporada 2011-2012. O Terek está em 14o entre os 16 times do campeonato.

(Reportagem de Steve Gutterman)