Hamilton diz que fica na McLaren enquanto puder vencer

quarta-feira, 15 de junho de 2011 14:32 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Lewis Hamilton respondeu às especulações na mídia de que poderia trocar a McLaren pela Red Bull dizendo que não terá motivos para deixar sua atual equipe enquanto tiver um carro capaz de vencer corridas.

"Não sei por que você iria querer mudar quando tem o melhor carro", disse o piloto britânico a jornalistas depois de um evento no circuito Watkins Glen, no norte do Estado de Nova York.

"Enquanto eu tiver um carro que pode fazer o serviço, não haverá motivos para sair."

O campeão de 2008 da Fórmula 1 foi visto conversando com o chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, no Grande Prêmio do Canadá na semana passada, mas descartou a importância da reunião.

"Eu conheço todos os dirigentes e chefes, todas as equipes. Eu conheço (o chefe da Ferrari) Stefano Domenicalli, conversamos toda hora", afirmou.

"Eu conheço Christian desde que estava nas séries mais baixas, quando eu estava passando da Fórmula 3 para o GP2, Christian estava representando um time da F3000 e eu conversava com ele na época. Eu conversei com muitas pessoas no final de semana passado."

A reunião de Hamilton com Horner ocorreu na área de visitas da Red Bull em Montreal, e segundo a mídia, ele chegou sem aviso prévio e perguntou aos garçons pelo chefe da equipe.

No entanto, o fato de ter acontecido em um local tão exposto diante da mídia gerou diversas interpretações sobre as motivações de Hamilton.

 
Lewis Hamilton, da McLaren, antes do Grande Prêmio do Canadá, no circuito Gilles Villeneuve, em Motreal. Hamilton respondeu às especulações na mídia de que poderia trocar a McLaren pela Red Bull dizendo que não terá motivos para deixar sua atual equipe enquanto tiver um carro capaz de vencer corridas.
09/06/2011  REUTERS/Christinne Muschi