Nuzman passa por exames e deve deixar hospital na sexta-feira

quarta-feira, 15 de junho de 2011 18:13 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e chefe da organização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, teve um quadro de arritmia cardíaca revertido nesta quarta-feira, após ter sido internado no CTI de um hospital no Rio, informou o COB.

"Foram concluídos com sucesso os exames específicos realizados por Carlos Arthur Nuzman", disse o comitê em nota, acrescentando que o dirigente deve ser transferido para um quarto ainda nesta quarta e que a alta do Hospital Samaritano deve ocorrer na sexta-feira.

Nuzman, de 68 anos, ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, teve a arritmia detectada durante exames de rotina na noite de terça-feira, e seguiu para o hospital por sugestão de seu médico particular.

O dirigente recepcionou na semana passada uma comitiva do Comitê Olímpico Internacional (COI) que esteve no Rio de Janeiro para inspecionar os preparativos da cidade para a Olimpíada. O Rio foi elogiado pelo andamento de seus projetos para a primeira edição dos Jogos Olímpicos na América do Sul.

Nuzman está no comando do esporte olímpico brasileiro há 16 anos. Antes, ele foi presidente da Confederação Brasileira de Vôlei.