Mexicanos são aprovados em novos exames antidoping--federação

quarta-feira, 15 de junho de 2011 18:22 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Cinco jogadores mexicanos que foram cortados da Copa Ouro após terem sido flagrados em exames antidoping foram aprovados em novos testes realizados na sexta-feira, informou a Federação Mexicana de Futebol (FMF).

O goleiro Guillermo Ochoa, os defensores Francisco Rodríguez e Edgar Duenas e os meias Sinha e Christian Bermúdez foram suspensos na quinta-feira após terem sido reprovados em exames antidoping realizados pela UCLA, em Los Angeles, no dia 21 de maio.

"O laboratório da UCLA nos informou que os testes feitos na última sexta-feira, 10 de junho, nos cincos jogadores foram negativos", disse a FMF em comunicado.

A federação, que não informou quem revisou os últimos exames, agora solicitou que sejam realizadas contra-provas nas amostras dos primeiros exames.

O presidente da FMF, Justino Compean, disse na semana passada que a federação estava fazendo tudo que podia para obter o perdão aos jogadores, que, segundo a federação, ingeriram clembuterol através de carne contaminada durante período de treinos na Cidade do México.

O clembuterol pode ser usado para acelerar o crescimento da massa muscular de animais.

O México, atual campeão da Copa Ouro, classificou-se para as quartas de final mesmo com apenas 17 jogadores disponíveis, uma vez que um outro atleta foi cortado por uma contusão. Eles enfrentarão a Guatemala no domingo.

(Reportagem de Carlos Calvo)