16 de Junho de 2011 / às 18:34 / 6 anos atrás

Aos 61 anos, Maracanã passa por "plástica" visando a Copa-2014

Autoridades brasileiras e do Comitê Olímpico Internacional visitam as obras no estádio do Maracanã. 08/06/2011Sergio Moraes

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O estádio do Maracanã completa 61 anos nesta quinta-feira e passa por uma verdadeira "cirurgia plástica" para chegar em boa forma na Copa do Mundo de 2014, quando será sede do jogo final da competição.

"O novo Maracanã já está nascendo e aumentamos a visitação para que o público possa ver de perto. O estádio já está ficando mais leve, mais novo. Passou por uma cirurgia plástica completa", disse à Reuters a secretária de Esportes do Rio de Janeiro, Márcia Lins.

As comemorações do aniversário vão durar toda a semana. Nesta quinta, uma missa foi celebrada pelo padre Omar Cardoso, que fez uma benção especial na rampa usada pelo papa João Paulo 2o em visita ao estádio para uma celebração na década de 1990.

"Descobrimos momentos históricos do estádio, como essa rampa do papa, um relógio suíço central que controlava todos os relógios e placares que fazem parte também de uma exposição sobre o passado e o futuro do Maracanã", declarou Márcia Lins.

Para comemorar a data, a Secretaria de Esportes do Rio está também inaugurando visitações noturnas ao estádio. Na chamada torre de vidro, os visitantes podem acompanhar o andamento das obras de modernização do estádio. Os operários trabalham em três turnos para poder concluir a obra em dezembro de 2012.

"Estamos em fase de demolições e fundações, o que deve continuar até agosto. Estamos dentro do prazo, que era até o meio do ano acabar as demolições e depois começar a construção de novos setores", disse a secretária.

COBERTURA E CUSTO DA OBRA

O orçamento da reforma do Maracanã subiu de 705 milhões de reais para perto de 1 bilhão de reais por causa da reconstrução da cobertura do estádio. O projeto original previa a ampliação por cima da cobertura atual, mas problemas encontrados na estrutura levaram o governo a mudar os planos para demolir a cobertura.

O valor foi então colocado em cerca de 957 milhões de reais, mas uma reavaliação reduziu o custo em 2,6 por cento, para 932 milhões de reais.

"A redução foi possível após análise detalhada das propostas feitas pelos diferentes fornecedores dos insumos necessários à obra", afirmou o presidente da Emop (Empresa de Obras Públicas), Ícaro Moreno.

Ele e o subsecretário executivo de Obras, Hudson Braga, vão à Alemanha e Polônia, para visita a estádios que utilizam o mesmo tipo de cobertura a ser instalada no Maracanã. Eles conhecerão o estádio Nacional de Varsóvia, o estádio de Stuttgart e o estádio Olímpico de Berlim.

"Vamos ver de perto as sofisticadas técnicas de instalação da cobertura que vamos implantar no Maracanã, que será um dos mais modernos do mundo", destacou Braga.

As obras no Maracanã entraram em nova fase. A área do anel inferior, que abrigava as cadeiras azuis, começou a ser elevada e chegará a cinco metros de altura, e o fosso que separava o gramado das cadeiras será extinto.

O anel superior de arquibancadas também vai avançar 12 metros em direção ao campo deixando o público mais perto do espetáculo. Quando a reforma estiver concluída, os dois níveis vão se encontrar, separados apenas por uma linha de camarotes.

"Só depois de tudo pronto é que vamos poder içar a cobertura e colocá-la. Essa será a última etapa e será um outro grande desafio. Será a maior cobertura suspensa de estádios no mundo com 68 metros", afirmou a secretária de Esportes.

SEGURANÇA

No próximo domingo, o governo do Rio vai concluir o cinturão de segurança ao redor do Maracanã, em preparação para a Copa de 2014. Forças de segurança, com apoio das Forças Armadas, vão ocupar o Morro da Mangueira, que fica ao lado do estádio.

A ocupação precede a instalação no Morro, ainda este ano, de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Outras unidades estão sendo instauradas no bairro da Tijuca, que é vizinho ao Maracanã.

Pelo caderno de encargos apresentado à Fifa, um grande estacionamento será construído perto da Mangueira e a Quinta da Boa Vista e uma passarela será erguida para facilitar o acesso dos torcedores ao estádio.

A prefeitura e o governo do Estado prometem uma forte intervenção urbanística nas imediações do Maracanã.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below