Iraque elege chefe da federação de futebol

sábado, 18 de junho de 2011 16:26 BRT
 

Por Waleed Ibrahim

BAGDÁ (Reuters) - A Associação de Futebol do Iraque elegeu o ex-treinador da seleção do país Najih Hmoud como seu presidente neste sábado com objetivo de terminar com a briga pelo poder na organização que é dilacerada por disputas políticas sectárias.

Hmoud, que foi vice-presidente da associação por sete anos, assumiu a presidência com a renúncia de Hussain Saeed.

"Por mais que esteja feliz pela minha conquista, também estou feliz porque esta eleição coloca um fim em uma longa discussão," disse Hmoud à Reuters.

"O futebol iraquiano viu se deteriorar nos últimos anos. Vamos trabalhar duro para recuperar o sucesso do futebol iraquiano."

Saeed, que foi um dos mais conhecidos jogadores do Iraque e também foi técnico da seleção, disse em carta que renunciou para ajudar a libertar o esporte de influência política e sectária.

Em agosto, a Fifa deu um ano para a AIF acabar com a disputa que bloqueou eleições na entidade e deixou a seleção do Iraque em risco de ser suspensa novamente de competições internacionais.

O governo do primeiro-ministro xiita Nuri Al-Maliki vinha tentando retirar as principais autoridades de organizações esportivas suspeitas de terem ligações com antigo ditador Saddam Hussein, que foi enforcado em 2006.

Hmoud, técnico da seleção de 1999 a 2000, venceu a eleição sobre o nome do governo, o ex-jogador Falah Hassan.

As regras da Fifa determinam que governos não devem intervir nas federações de futebol e suspendeu o Iraque duas vezes. A entidade só retirou o último banimento depois que a associação concordou com uma agenda para novas eleições.

O Iraque encantou o mundo do futebol ao conquistar a Copa da Ásia em 2007, mas sofreu desde então e contratou vários técnicos na seqüência. O país não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo de 2010.