Tottenham luta para manter Luka Modric

sábado, 18 de junho de 2011 17:06 BRT
 

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - O Tottenham Hotspur aumentou os seus esforços para manter o meio-campista croata Luka Modric depois que ele foi citado em reportagens dizendo que queria deixar o time para o rival londrino do Chelsea.

Modric, que assinou um contrato de seis anos ano passado, não está à venda "por preço nenhum," disse o chairman dos Spurs Daniel Levy no site da equipe (www.tottenhamhotspur.com).

"Em respeito à Luka Modric, não estamos preparados para vendê-lo por nenhum preço, seja para o Chelsea ou para qualquer outro time. Nós deixamos a nossa decisão clara sobre esse tema para o Chelsea por escrito, mas eles decidiram ignorar isso tornando a oferta pública," acrescentou.

O Spurs divulgou comunicado depois que o meia de 25 anos, que não recebeu uma oferta formal de transferência, disse ao jornal Daily Mail que queria trocar de equipe, mas buscava continuar em Londres.

"O Chelsea é um clube grande e tem um dono ambicioso. Eles têm grandes jogadores e tem ambição de lutar pelo título e pela Copa dos Campeões," disse.

Ele acrescentou: "Quero deixar o Tottenham como amigo. Aproveitei meu tempo aqui, mas agora é o momento de buscar outro time."

O técnico dos Spurs Harry Redknapp, que classificou a oferta inicial do Chelsea de 35,7 milhões de dólares pelo jogador como "ridícula", ficou feliz com a posição do chairman.

Ele falou à talkSPORT radio: "É bom ter um jogador como Luka Modric, que de repente se tornou um jogador de 40, 50 milhões e todos os querem. O chairman deu uma declaração hoje e Luka não vai a lugar algum. Quando Daniel disse que não vai vendê-lo, isso já é o suficiente para mim."

Modric marcou 12 gols em 120 partidas desde se transferir para os Spurs por 16,5 milhões em 2008 do Dínamo Zagreb.