México poderá substituir jogadores flagrados em antidoping

segunda-feira, 20 de junho de 2011 11:38 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O México obteve permissão para substituir os cinco jogadores suspensos da Copa Ouro por terem sido flagrados em exames antidoping.

A Federação Mexicana de Futebol (Femexfut) negou que seus jogadores tivessem feito algo errado e alegou que o teste deu positivo para um agente anabolizante proibido porque eles comeram carne contaminada. A Femexfut havia pleiteado o direito de substituí-los no restante do torneio.

No domingo, o comitê organizador da Copa Ouro anunciou, depois de consultas com a Fifa, órgão que controla o esporte, que o México poderá substituir os jogadores enquanto o caso continua sendo analisado.

"Com base nos fatos específicos deste caso, e com a orientação da Fifa na matéria, a situação é um caso de força maior, como está contemplado nos regulamentos da competição", disse a Concacaf em um comunicado.

"Portanto, a seleção nacional do México terá permissão para substituir os cinco ... jogadores por outros pelo restante da competição."

Os testes antidoping do goleiro Guillermo Ochoa, dos zagueiros Francisco Rodríguez e Edgar Dueñas, e dos meio-campistas Sinha e Christian Bermúdez deram todos positivo e eles foram suspensos do torneio regional.

A Femexfut atribuiu os resultados positivos à ingestão de clenbuterol presente em carne consumida pelos jogadores na fase de treinamento, no México -- quando se preparavam para a Copa Ouro --, e realizou testes independentes, na esperança de inocentá-los.

Apesar de estar sem os cinco jogadores desde o início do torneio, o México continua invencível e já conquistou um lugar nas semifinais, contra Honduras, esta semana, no Texas, Estados Unidos.

(Reportagem de Julian Linden)