Mano admite 'variações táticas' e vê Argentina como favorita

segunda-feira, 20 de junho de 2011 16:16 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Depois de críticas e vaias à seleção brasileira nos amistosos realizados no país contra Holanda e Romênia, o técnico Mano Menezes já admite fazer mudanças no esquema tático para a disputa da Copa América, na Argentina. O treinador apontou ainda os donos da casa como favoritos ao título.

Mano abriu a possibilidade de mudar a formação tática que vinha adotando, o 4-3-3.

"Dessas variações táticas, só não vamos jogar com três zagueiros, vamos jogar sempre com linha de 4. As demais variações são normais dentro de um jeito de jogar no próprio jogo", disse Mano Menezes a jornalistas nesta segunda-feira, durante apresentação da seleção para a disputa do torneio continental, em julho.

"Temos que ter variação de três para dois atacantes e na recomposição defensiva isso fica mais evidente e isso vai acontecer mais em função do que fazemos em termos de produção de equipe do que em função do adversário", acrescentou.

O treinador chamou para a disputa da Copa América os atacantes Alexandre Pato, Fred, Robinho e Neymar. Os três últimos foram titulares nos amistosos deste mês -- empate em 0 x 0 com a Holanda em Goiânia e vitória de 1 x 0 diante dos romenos em São Paulo --, em que o Brasil teve atuação discreta e foi vaiado pela torcida.

"Devemos construir uma equipe capaz de propor o jogo e, quando você quer propor o jogo, você precisa se sujeitar menos ao adversário", avaliou ele.

Dos 23 convocados para a Copa América, apenas os jogadores do Santos Neymar, Elano e Paulo Henrique Ganso não se apresentaram em razão da disputa da final da Copa Libertadores, na próxima quarta-feira. O grupo brasileiro viaja na terça-feira para a Argentina.

O treinador não quis antecipar se os três santistas serão titulares da seleção brasileira. "Nós temos uma base que foi utilizada nos amistosos e, provavelmente, ela vai estar no jogo de estreia. Se vão estar os três do Santos, vamos esperar um pouco. Temos muitos dias de preparação e respeito muito o treinamento e comportamento dos jogadores nesse período."   Continuação...

 
O técnico Mano Menezes em coletiva de imprensa no primeiro dia de preparações para a Copa América, no Rio de Janeiro. 20/06/2011 REUTERS/Ricardo Moraes