Serena chora após vitória no retorno a Wimbledon

terça-feira, 21 de junho de 2011 13:10 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Serena Williams sobreviveu a um teste difícil a seu físico para estrear com vitória na campanha pela defesa do título de Wimbledon, derrotando a francesa Aravane Rezai por 6-3, 3-6 e 6-1 nesta terça-feira.

A norte-americana de 29 anos, sétima cabeça-de-chave, era dúvida para o torneio após 49 semanas de ausência do circuito recuperando-se de uma lesão no pé e de um grave problema de saúde, e correu risco de uma eliminação precoce.

Somente quando conseguiu impor seu maior vigor físico com golpes da linha de fundo, Serena arrancou para a vitória em 1 hora e 36 minutos.

Após encerrar o jogo na Quadra Central com um ace, a tetracampeã em Londres escondeu o rosto numa toalha e caiu no choro. Seus olhos ainda estavam marejados quando concedeu uma entrevista à TV ao lado da quadra.

"Foi tão difícil, eu jamais sonhei que estaria aqui agora", disse Serena, que tenta se tornar a primeira tenista desde Steffi Graf em 1993 a conquistar três títulos seguidos de Wimbledon.

"Eu só queria ganhar um jogo aqui. Essa foi uma grande vitória. Foi um ano desastroso para mim, mas tenho rezado e tenho a minha família aqui, e simplesmente amo o tênis", acrescentou Serena, que foi diagnosticada com embolia pulmonar em fevereiro e precisou levar 18 pontos no pé no ano passado após cortar o pé com caco de vidro num restaurante.

 
Serena Williams, dos Estados Unidos, sobreviveu a um teste difícil a seu físico para estrear com vitória na campanha pela defesa do título de Wimbledon, derrotando a francesa Aravane Rezai por 6-3, 3-6 e 6-1 nesta terça-feira. 21/06/2011 REUTERS/Stefan Wermuth