Sharapova vence apesar de erros e vai à final de Wimbledon

quinta-feira, 30 de junho de 2011 16:17 BRT
 

Por Tom Pilcher

LONDRES (Reuters) - Maria Sharapova cometeu 13 duplas-faltas em apenas 87 minutos e ainda assim conseguiu avançar para a final de Wimbledon contra Petra Kvitova após vencer Sabine Lisicki por 6-4 e 6-3, numa semifinal marcada pelos erros de ambas as partes nesta quinta-feira.

A russa quinta pré-classificada, que ganhou o Grand Slam disputado na grama em 2004, começou perdendo por 0-3 para a alemã surpresa da competição no primeiro set, mas conseguiu recuperar-se diante do nervosismo da adversária.

"Hoje não foi o meu melhor jogo do campeonato, então estou realmente feliz por ter conseguido vencer em dois sets", disse Sharapova a jornalistas.

Sharapova deixou para trás seus erros de saque contra a adversária, que foi convidada para a competição e chegou de forma totalmente inesperada às semifinais.

"Senti como se estivesse apressando as coisas no meu primeiro saque. Ela tem bons golpes e gosta de bater forte na bola. Eu não queria dar muitas possibilidades a ela no segundo serviço. Acho que talvez tenha valorizado isso demais", disse a russa.

Juntas, as duas jogadoras cometeram 32 erros não-forçados, mas Sharapova não se importou com o baixo nível da partida por ter conseguido voltar a uma final de Wimbledon pela primeira vez desde o título conquistado em 2004.

"Estar na final de novo é um ótimo sentimento. É incrível estar de volta", disse a tenista de 24 anos.

Sharapova precisa jogar melhor para derrotar Kvitova na final de sábado, depois que a tcheca oitava cabeça-de-chave mostrou um bom nível para derrotar Victoria Azarenka por 6-1, 3-6 e 6-2 na outra semifinal.