Copa do Mundo feminina é atingida por erro de arbitragem

domingo, 3 de julho de 2011 18:03 BRT
 

BERLIM (Reuters) - A Copa do Mundo de futebol feminino sofreu com um erro de arbitragem neste domingo quando a zagueira da Guiné-Equatorial segurou a bola com as mãos dentro da área por alguns segundos, e o árbitro mandou o lance seguir.

O bizarro incidente aconteceu quando as africanas perdiam por 1 x 0 para a Austrália.

Imagens da TV mostraram que um chute da atacante australiana Leena Kharmis acertou a trave e no rebote a zagueira Bruna, da Guiné-Equatorial, agarrou a bola, aparentemente acreditando que o jogo tinha parado.

Após segurar a bola por ao menos 3 segundos, ela a deixou cair no campo, mas o árbitro húngaro Gyoengyi Gaal mandou o jogo seguir, ignorando os protestos das australianas e a descrença geral no incidente.

As africanas empataram pouco depois, mas a Austrália venceu por 3 x 2.

A FIFA mencionou o incidente em seu site e a revista alemã Kicker disse que um oficial da FIFA pediu desculpas na entrevista coletiva pós-jogo.

"Nós todos sabemos que houve um incidente. Falamos com o árbitro. Ele disse que sente muito por isso e que não viu a clara mão na bola", teria dito a comissária da partida Karen Espelund.

A FIFA está estudando o uso da tecnologia quando não for muito claro se a bola ultrapassou a linha do gol, mas não em casos de penalidades dentro da área como nesse domingo.

Algumas competições estão agora usando dois auxiliares adicionais atrás dos gols para ajudar o árbitro a apontar incidentes na área, mas a Copa do Mundo feminina não está entre elas.