Brasil decepciona e fica no 0 x 0 com Venezuela na Copa América

domingo, 3 de julho de 2011 18:38 BRT
 

LA PLATA, Argentina (Reuters) - A primeira partida oficial do Brasil na caminhada para a Copa do Mundo de 2014 terminou em decepção. A equipe ficou apenas no 0 x 0 com a Venezuela em sua estreia na Copa América, neste domingo, sem corresponder à expectativa criada em torno de um time renovado e com jogadores talentosos.

A formação considerada ideal pelo técnico Mano Menezes -- com o quarteto Paulo Henrique Ganso, Neymar, Robinho e Alexandre Pato no ataque-- não conseguiu pôr em prática o futebol ofensivo que se esperava, e o mais próximo que a equipe chegou de marcar foi em um chute no travessão no primeiro tempo.

A etapa final foi ainda mais sem graça para o Brasil, sem nenhuma oportunidade clara de gol criada, apesar de o time também não ter corrido riscos na defesa. A reação da torcida brasileira no estádio de La Plata, na Argentina, foi de frustração após o apito final, enquanto os jogadores venezuelanos comemoraram o resultado em campo.

"A gente pede desculpas, porque se tivéssemos feito os gols no primeiro tempo o jogo seria outro", disse o zagueiro Thiago Silva em entrevista à TV após a partida. "Quando a gente enfrenta adversários retrancados, a gente tem que pensar em jogar pelos lados do campo, que com certeza a gente vai encontrar os espaços."

Apesar de ter o domínio da posse de bola, a seleção não conseguiu converter em gol as muitas chegadas ao ataque na primeira etapa. A melhor oportunidade aconteceu aos 26 minutos, com Pato, que recebeu passe de Daniel Alves dentro da área e acertou o travessão num chute forte de perna esquerda.

Neymar, sem repetir o mesmo desempenho de suas melhores partidas pelo Santos este ano, desperdiçou outra chance clara após boa bola enfiada por Paulo Henrique Ganso, que também jogou abaixo do esperado em seu retorno à seleção. O atacante de 19 anos demorou na hora de chutar e acabou travado pela marcação, aos 44 minutos.

O ritmo brasileiro caiu na segunda etapa, e a equipe não conseguiu nem mesmo voltar a ameaçar o gol do goleiro venezuelano Renny Vega. Aos 17 minutos, Robinho deixou o campo para a entrada de Fred, e 13 minutos depois foi a vez de Ramires e Pato darem lugar a Elano e Lucas.

As mudanças, no entanto, não mudaram o panorama da equipe, que permaneceu com problemas para se aproximar do gol adversário com perigo.

O Brasil, atual bicampeão da Copa América, tem o torneio deste mês na Argentina como única competição oficial antes da Copa das Confederações de 2013 que será realizada no país como preparação para o Mundial do ano seguinte, já que não disputará as eliminatórias por ser a sede da Copa de 2014.

A equipe volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Paraguai, e encerra sua participação no Grupo B contra o Equador no dia 13. Paraguai e Equador se enfrentam mais tarde neste domingo pela primeira rodada.

(Texto de Pedro Fonseca no Rio de Janeiro; Edição de Alberto Alerigi Jr.)

 
Robinho deixa o campo ao ser substituído durante empate de 0 x 0 do Brasil com a Venezuela na Copa América, em La Plata, na Argentina. 03/07/2011 REUTERS/Marcos Brindicci