July 9, 2011 / 6:58 PM / 6 years ago

Button and Hamilton esperam um milagre no GP da Inglaterra

4 Min, DE LEITURA

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - Jenson Button e Lewis Hamilton voltaram suas esperanças para um milagre depois que a atual campeã Red Bull e a rival Ferrari os deixaram tão desamparados quanto os espectadores debaixo de chuva nos treinos classificatórios deste sábado.

Button, que nunca subiu ao pódio no GP de sua terra natal em 12 temporadas, largará em quinto no grid de domingo, e Hamilton, seu companheiro de McLaren, só obteve a décima posição.

A Red Bull ocupou a primeira fila com Mark Webber na pole e Sebastian Vettel ao lado, seguidos pelas Ferraris de Fernando Alonso e Felipe Massa.

Com um público esperado de mais de 120 mil pessoas, a vitória de um conterrâneo parece tão provável quanto Vettel deixar sua vantagem de 77 pontos escorrer por entre os dedos.

"Hoje, claro, para os fãs e o público aqui, adoraríamos estar na primeira fila", disse Hamilton sobriamente.

"Não é o caso. Vamos nos recuperar, nos reagrupar. Obviamente amanhã tudo pode acontecer com as condições que tivemos hoje. Quem sabe? Um milagre pode acontecer amanhã e podemos conseguir nossa dobradinha."

"Não sei de Jenson, mas estou nessa", acrescentou o campeão de 2008, mirando seu colega de equipe.

Button, campeão mundial de 2009, só podia concordar.

"Milagres de fato acontecem", sorriu o piloto, que venceu no Canadá no mês passado após abrir caminho da última posição e forçar Vettel a cometer um erro na última volta.

"Foi um dia muito duro para nós. Passamos o fim de semana ocupados tentando descobrir o que está acontecendo com os regulamentos."

Nada Feliz

A Fia (Federação Internacional de Automobilismo) anunciou no mês passado a suspensão do uso de componentes eletrônicos nos motores que permitem um ganho de desempenho aerodinâmico ao bombear gases de escapamento constantemente pela traseira do carro, mesmo quando o piloto tira o pé do acelerador.

Uma série de diretivas foi divulgada, uma delas durante a primeira sessão de treinos de sexta-feira que pareceu abrir uma exceção significativa à Red Bull e outra na manhã deste sábado voltando atrás nessa posição.

Após uma sequência de reuniões técnicas e de equipes, a Fia anunciou após os treinos classificatórios estar preparada para restabelecer as configurações e estratégias pré-Silverstone se todas as escuderias concordassem.

Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, disse que o vaivém não ajudou, mas também reconheceu que erros foram cometidos.

"Primeiramente, esta equipe... não pode estar feliz. Não estamos felizes, nem contentes, estamos decepcionados. Isso é fato e é bastante óbvio", declarou ele durante uma longa explicação aos repórteres na casa da McLaren.

"Podemos matar todos de tédio tratando de gases de escapamento, difusores etc. O fato é que nos últimos 18 meses todos têm trabalhado duro para desenvolver difusores de escapamento, trabalhamos com especial afinco nessa área e tivemos muitas idas e vindas e mudanças."

"Ao longo deste final de semana houve algumas alterações e não tivemos um desempenho competitivo nos treinos."

Whitmarsh disse que sua equipe não sabe ao certo por que, mas que é justo supor que, em todas as mudanças, ou a McLaren "não soube reagir a elas ou o impacto sobre nós foi maior."

Ele ainda disse que o time cometeu um erro ao enviar Hamilton para sua última volta na terceira parte da sessão com pneus moles usados, quando choveu.

"Nosso carro não está competitivo como era", declarou. "Isto não significa que entregamos os pontos neste final de semana. Temos dois grandes pilotos."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below