Williams quer manter Barrichello em 2012

segunda-feira, 11 de julho de 2011 16:28 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O brasileiro Rubens Barrichello e o venezuelano Pastor Maldonado devem continuar como pilotos da equipe Williams na próxima temporada, segundo o presidente da equipe, Adam Parr.

"Sim. Acho que esse é o resultado amplamente mais provável", disse ele a jornalistas no domingo, durante o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1.

Barrichello terá 40 anos e fará sua vigésima temporada em 2012. Já Maldonado estreou neste ano, após ser campeão da GP2.

O venezuelano traz consigo o polpudo patrocínio da estatal petrolífera PDVSA, mas Parr disse que Maldonado demonstrou ter talento.

"Sempre acreditei, e as pessoas zombaram de nós ou de mim por dizer isso, mas acho que ele é um piloto talentosíssimo", afirmou o britânico, acrescentando que Maldonado "começou a mostrar um grau de consistência e maturidade que as pessoas talvez não esperassem".

Em dez corridas, o venezuelano ainda não pontuou, enquanto Barrichello amealhou apenas quatro pontos, no pior início de temporada da história da Williams. Mas há alguns lampejos de esperança.

Nos últimos seis meses, a equipe ex-campeã trouxe novos técnicos, obteve mais verbas e fechou parcerias com a Renault, para fornecer motores na F1, e com a Jaguar, para um projeto de carro esportivo.

O presidente da Williams é um novato em comparação a outros dirigentes, especialmente Bernie Ecclestone, de 80 anos, com quem ele nem sempre teve uma boa relação.   Continuação...

 
Rubens Barrichello participa de treino no GP da Malásia em abril. A equipe Williams espera manter o brasileiro para a próxima temporada de F1. REUTERS/Bazuki Muhammad