Wenger lamenta "desrespeito" de Xavi ao falar de Fábregas

quinta-feira, 14 de julho de 2011 09:43 BRT
 

KUALA LUMPUR (Reuters) - O técnico do Arsenal, Arsene Wenger, criticou o meio-campista Xavi, do Barcelona, por dizer que Cesc Fábregas está "sofrendo" no clube inglês.

O Arsenal já rejeitou no ano passado uma proposta do Barcelona para repatriá-lo, e aparentemente o clube catalão irá insistir neste fim de temporada. Mas Wenger foi peremptório na sua recusa em abrir mão do seu capitão.

"Acredito que um respeito mútuo entre os clubes deveria impedir esse tipo de comentário", disse Wenger ao jornal britânico Guardian depois da vitória do seu time sobre o Malaysia XI, por 4 x 0, na quarta-feira em Kuala Lumpur.

"É muito desrespeitoso, e não é a primeira vez que Xavi é desrespeitoso com o Arsenal Football Club", afirmou o treinador francês. "O importante é que Cesc Fábregas está contratado pelo Arsenal FC. Isso é fato. O Arsenal quer mantê-lo."

Antes, Xavi dissera numa entrevista coletiva que Fábregas --que não viajou com o Arsenal à Ásia por causa de uma lesão muscular-- está desesperado para voltar ao Barcelona, de onde saiu aos 16 anos, em 2003.

"Falei com Cesc em Ibiza e ele disse que estava sofrendo, porque realmente quer vir. É o que ele mais quer, já fez de tudo para vir, e deseja que o Arsenal o libere", disse o meio-campista espanhol.