Com cuidado, Tóquio considera pleitear Olimpíada de 2020

sexta-feira, 15 de julho de 2011 14:26 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - Depois da derrota na última tentativa, Tóquio tateia com cuidado uma nova candidatura para organizar os Jogos Olímpicos de 2020, mas autoridades japonesas disseram nesta sexta-feira que não se veem na obrigação de tentar de novo.

Em 2009, a capital japonesa foi derrotada pelo Rio de Janeiro na disputa para sediar a Olimpíada de 2016. Tóquio realizou a primeira Olimpíada na Ásia, em 1964.

"Temos uma responsabilidade e uma obrigação de atender às expectativas depositadas sobre nós", disse o presidente do Comitê Olímpico Japonês (JOC, na sigla em inglês), Tsunekazu Takeda, num simpósio que marca o centenário da entidade. "Devemos trazer a Olimpíada de volta ao Japão."

Ele não chegou, no entanto, a anunciar formalmente uma nova candidatura. Mas há ampla expectativa de que ele use uma entrevista coletiva no sábado para informar o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, sobre as ambições japonesas.

"Infelizmente fomos malsucedido na nossa candidatura para 2016, mas desde então temos feito de tudo para nos preparar para 2020", disse Takeda. "Não posso declarar oficialmente nossa candidatura neste momento, mas acreditamos que a Olimpíada ajudará na recuperação e reconstrução do Japão", acrescentou, referindo-se à destruição causada pelo terremoto e o tsunami de março no norte do país.

O imperador Akihito e o primeiro-ministro Naoto Kan devem participar da cerimônia de centenário do JOC no sábado, quando Takeda deve formalizar a candidatura japonesa.

Roma foi a primeira cidade a se candidatar oficialmente para receber os Jogos de 2020, mas outras cidades vêm gradualmente demonstrando seu interesse. Madri, que também concorreu pelos Jogos de 2016, também já confirmou uma nova candidatura.

(Reportagem de Alastair Himmer)

 
Presidente do Comitê Olímpico Japonês, Tsunekazu Takeda, em outubro de 2009, durante apresentação da candidatura de Tóquio às Olimpíadas de 2016. Depois da derrota na última tentativa, Tóquio tateia com cuidado uma nova candidatura para organizar os Jogos Olímpicos de 2020, mas autoridades japonesas disseram nesta sexta-feira que não se veem na obrigação de tentar de novo.
REUTERS/Denis Balibouse (DENMARK)