Rivais acabam com sonho de Copa América de Messi

domingo, 17 de julho de 2011 11:55 BRT
 

Por Rex Gowar

CÓRDOBA (Reuters) - O sonho de Lionel Messi de conquistar a Copa América acabou destruído no domingo depois que a Argentina foi vencida pelo antigo rival Uruguai em uma partida dramática de quarta de final.

O Uruguai busca o 15o título da competição, que seria o recorde em conquistas, e venceu nos pênaltis por 5 x 4 depois de um empate por 1 x 1 em Santa Fé. Eles enfrentam o Peru na semifinal na terça-feira em La Plata depois que os peruanos surpreenderam os colombianos ao vencer por 2 x 0 na prorrogação em Córdoba.

Messi, que segue sem marcar pela Argentina desde março de 2009, sonhava em inspirar a Argentina na conquista de um título importante, algo que não acontece desde a vitória na Copa América de 1993, antes da Copa do Mundo no Brasil em 2014.

Os críticos do técnico Sergio Batista devem ter material de sobra contra ele por conta de um torneio decepcionante no qual a Argentina venceu apenas uma partida contra a fraca Costa Rica apesar de atuar em um estilo ofensivo inspirado pelo time de Messi, o Barcelona.

"Eu vou continuar ... Não chamo isso de facrasso", disse Batista aos repórteres no estádio Brigadeiro Estanislao López.

"Temos que continuar trabalhando para o mais importante, que é chegar na Copa do Mundo", acrescentou Batista, cujo contrato acaba no final do torneio de classificação da América do Sul em 2013.

"(Messi) teve 30 minutos excepcionais (contra o Uruguai)", disse Batista sobre o seu melhor jogador que deu brilhantes passes para os atacantes e chegou perto de marcar.

Carlos Tevez se tornou o vilão da Argentina por ter sido o único a perder o pênalti contra Fernando Muslera, que fez grande partida. Entrando no segundo tempo, Tevez teve pouco impacto no jogo.