Venezuelanos celebram classificação histórica na Copa América

segunda-feira, 18 de julho de 2011 09:46 BRT
 

CARACAS (Reuters) - Emocionados ao ponto de lágrimas, milhares de venezuelanos se reuniram na noite de domingo em praças, parques e em meio às principais avenidas do país para comemorar a histórica classificação de sua seleção de futebol às semifinais da Copa América.

Depois de derrotar o Chile por 2 x 1 com gols de Oswaldo Vizcarrondo e Gabriel Cichero, a Venezuela chegou pela primeira vez entre os quatro melhores da América, em uma Copa de resultados inesperados, onde foram eliminados a anfitriã Argentina e o Brasil, campeão dos últimos dois torneios.

"A Venezuela deixou de ser a 'cinzenta' do futebol: hoje mostramos isso", disse o venezuelano Saúl Báez em uma concorrida praça da capital Caracas, vestido com a camiseta vinho tinto da seleção.

Milhares de veículos lotavam as principais vias de Caracas, soando suas buzinas e acenando bandeiras do país com as cores amarelo, azul e vermelho, enquanto fogos de artifício iluminavam o céu da cidade.

"Foi muito duro, mas ganhamos (do Chile). Estamos fazendo história", gritou outro torcedor.

Até o presidente Hugo Chávez, que voltou no sábado a Cuba para receber quimioterapia como parte de seu tratamento contra o câncer, se animou para comentar o jogo por meio de sua conta no Twitter @chavezcandanga.

"Fidel (Castro) veio e trouxe a sorte à Vinho Tinto. Cantou o (primeiro) gol e adivinhou a vitória", escreveu em sua conta na rede social.

"Glória ao bravo povo. Prestemos tributo supremo a nossos garotos e à gloriosa Vinho Tinto. Viva a Venezuela!", acrescentou ao fim do jogo.

Depois de derrotar o Chile, a Venezuela conseguiu somar quatro vitórias em todas as suas participações na Copa América.   Continuação...

 
Torcedores venezuelanos comemoram vitória contra o Chile nas quartas de final da Copa América, em Caracas. Emocionados ao ponto de lágrimas, milhares de venezuelanos se reuniram na noite de domingo em praças, parques e em meio às principais avenidas do país para comemorar a histórica classificação de sua seleção de futebol às semifinais da Copa América.
17/07/2011 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins