Crítica de Wenger parece "absurda", diz Xavi

quarta-feira, 20 de julho de 2011 08:56 BRT
 

BARCELONA (Reuters) - O meio-campista do Barcelona Xavi se defendeu contra as críticas de Arsene Wenger depois que o técnico do Arsenal o acusou de desrespeito por comentários que o jogador fez sobre Cesc Fábregas.

Wenger disse na semana passada que Xavi foi "muito desrespeitoso" ao sugerir que Fábregas, seu colega na seleção espanhola, estava sofrendo enquanto aguardava para saber se os clubes conseguirão fechar um acordo para seu retorno ao Barça.

"Parece absurdo para mim", disse Xavi em coletiva de imprensa no campo de treinamento nos subúrbios da capital catalã nesta quarta-feira.

"Eu estava só agindo de acordo com o interesse de Cesc e do Barça", disse o jogador, de 31 anos e vencedor da Copa do Mundo.

"Mas é isso, e eu realmente não quero começar uma guerra de palavras contra Wenger. Eu não ofendi ninguém."

O técnico do Barça, Pep Guardiola, confirmou na terça-feira que os campeões europeus estavam negociando a compra de Fábregas e disse que o clube estava preparado para lutar até o último prazo para transferências, em 31 de agosto, para conseguir o jogador.

Fábregas, de 24 anos, passou pela academia de formação do Barça ao mesmo tempo que o atual Melhor Jogador do Mundo, Lionel Messi, antes de ir para o Arsenal em setembro de 2003, aos 16 anos.

Wenger disse que quer manter seu capitão e que está tentando convencer Fábregas de que não é o tempo certo para ele deixar a Inglaterra.

"Eu não sei muito bem qual é a situação, mas parece que eles estão mais dispostos a vender neste ano do que no ano passado", disse Xavi.

"Talvez possamos ser um pouco mais otimistas (esse ano), mas depende de conseguirmos chegar a um acordo com o Arsenal."