Webber quer ficar, mas ainda reclama de ordem na Red Bull

quinta-feira, 21 de julho de 2011 16:48 BRT
 

Por Mark Meadows

NUERBURGRING, Alemanha (Reuters) - Mark Webber continua firme em sua vontade tanto de seguir correndo quanto de permanecer na Red Bull, apesar da polêmica ordem de equipe de duas semanas atrás no Grande Prêmio da Inglaterra.

O australiano, que ignorou as mensagens para não tentar ultrapassar seu companheiro de equipe e atual líder do campeonato, Sebastian Vettel, até finalmente ser convencido pela equipe, chegou para o GP da Alemanha do fim de semana com seu tradicional ar de durão, mas não deixou dúvidas de como está se sentindo.

"Eu diria que a resposta para isso é sim", disse ele quando perguntado se queria continuar na Red Bull no ano que vem, após dirigentes da equipe terem afirmado que estavam negociando uma renovação do contrato do australiano, que termina no fim da atual temporada.

"Silverstone teve impacto zero no contrato", disse.

Questionado se tinha pedido garantias à equipe de que não seria um piloto número dois no próximo ano, ele acrescentou: "Não é uma má ideia".

Webber, que está em segundo lugar no campeonato 80 pontos atrás de Vettel, não espera uma outra ordem de equipe similar em Nuerburgring ou no restante da temporada, mas ainda assim demonstrou insatisfação.

"Não é sempre que você se aproxima do outro nas últimas voltas. Isso foi a coisa inadequada. Somos livres para correr, a maior parte do tempo", disse.