Técnico do Paraguai é suspenso da final da Copa América

sexta-feira, 22 de julho de 2011 15:16 BRT
 

Por Daniela Desantis

ASSUNÇÃO (Reuters) - O técnico da seleção paraguaia, Gerardo Martino, assistirá à final da Copa América das arquibancadas depois de ser suspenso por dois jogos em decorrência de uma briga em campo, ao término da partida contra a Venezuela pelas semifinais do torneio.

As duas equipes foram multadas em 10 mil dólares pela briga que começou depois que o zagueiro do Paraguai Dario Verón converteu a cobrança de pênalti que garantiu à sua seleção um lugar na final. A disputa pelo título contra o Uruguai será no domingo, em Buenos Aires.

Martino, que trocou palavras agressivas com o técnico da Venezuela, Cesar Farías, e foi expulso durante o jogo por contestar a postura do árbitro, deve ficar de fora de duas partidas, afirmou a Confederação Sul-Americana de Futebol (CSF) em seu site oficial (www.conmebol.com).

Seu assistente Jorge Pautosso também foi suspenso da final de domingo.

As equipes foram alertadas de que enfrentarão graves sanções se houver qualquer problema semelhante no futuro, mas nenhum dos jogadores que estavam envolvidos na confusão foram punidos.

O Paraguai já está sem o meio-campista Jonathan Santana, que foi expulso durante o jogo contra a Venezuela, enquanto o atacante Roque Santa Cruz e o lateral esquerdo Aureliano Torres se lesionaram e são considerados dúvida para a próxima partida.

A CSF também anunciou que o brasileiro Salvio Fagundes será o árbitro na final.

 
Técnico do Paraguai, Gerardo Martino, durante coletiva de imprensa depois da vitória de sua equipe contra o Brasil, nas quartas de final da Copa América. Martino assistirá à final, entre Paraguai e Urugai, das arquibancadas, depois de ser suspenso por dois jogos em decorrência de uma briga em campo, ao término da partida contra a Venezuela pelas semifinais do torneio. 18/07/2011  REUTERSREUTERS/Jorge Adorno