Londres promete facilidade a atletas em abertura da Olimpíada

terça-feira, 26 de julho de 2011 19:21 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Os atletas deverão decidir se querem ou não participar da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2012 em Londres, mas os benefícios serão bem maiores que as desvantagens, garantiu nesta terça-feira o presidente do comitê organizador, Sebastian Coe.

O técnico da seleção britânica de atletismo, Charles Van Commenee, disse neste mês que seus atletas não devem participar da cerimônia, para não prejudicarem seu desempenho.

"Eles não sairiam para fazer compras durante oito horas alguns dias antes de competir, então por que ficar de pé esse tempo todo?", argumentou. "Alguns ficam tentados, por que é uma experiência única, mas no final estamos cientes de que o desempenho é (a preocupação) número u."

Coe, medalhista de ouro nos 1.500 metros em Moscou 1980 e Los Angeles 1984 -- sem participar em nenhuma dessas cerimônias inaugurais -- disse que em Londres a festa será diferente da de Pequim 2008, quando os atletas precisaram passar horas em pé.

"A maioria dos atletas toma a decisão correta", disse ele a jornalistas, a um ano e um dia do início dos Jogos. Mas ele aconselhou os mais de 10 mil atletas de todo o mundo a participarem.

"Essa é uma das principais lembranças que eles vão levar de Londres, então vamos assegurar que o lado positivo de estar lá seja muito maior do que qualquer lado negativo de ficar em pé, não receber comida ou água e passar muito tempo fora -- o que naturalmente não irá acontecer, devido à proximidade da Vila Olímpica."

(Por Alan Baldwin)