EUA demitem técnico Bob Bradley após quase 5 anos

quinta-feira, 28 de julho de 2011 19:06 BRT
 

Por Julian Linden

NOVA YORK (Reuters) - Bob Bradley foi demitido do comando da seleção de futebol dos Estados Unidos nesta quinta-feira após quase cinco anos no cargo.

Bradley, de 53 anos, vinha enfrentando enorme pressão devido às atuações abaixo do esperado da seleção anfitriã na Copa Ouro do mês passando, quando os EUA perderam para o México na final. O técnico ainda tinha mais três anos de contrato.

"Queremos agradecer Bob Bradley por seu serviço e dedicação à seleção de futebol dos Estados Unidos durante esses últimos cinco anos", disse o presidente da federação norte-americana, Sunil Gulati, em comunicado.

"Durante seu período como técnico da nossa seleção, ele liderou a equipe a várias conquistas, mas acreditamos que agora era o momento certo para uma mudança."

Bradley, cujo filho Michael é jogador da seleção, foi nomeado técnico permanente dos EUA em 2007. Antes ele era o treinador interino, desde a eliminação dos EUA na Copa do Mundo de 2006 na Alemanha.

Com ele, a seleção dos EUA conquistou a Copa Ouro de 2007 em casa e foi vice-campeã da Copa das Confederações de 2009, na África do Sul, perdendo para o Brasil na final.

Os Estados Unidos passaram tranquilamente pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, mas perderam para Gana nas oitavas de final após empatarem com a Inglaterra na primeira fase.

No ano passado, Bradley tinha renovado seu contrato com os EUA por mais quatro anos.