Argentino Martino deixa comando do Paraguai; Arce assume

sexta-feira, 29 de julho de 2011 15:20 BRT
 

Por Daniela Desantis

ASSUNÇÃO (Reuters) - Gerardo Martino, que levou a seleção do Paraguai às quartas de final da Copa do Mundo de 2010 e foi vice-campeã da Copa América deste ano, pediu demissão nesta sexta-feira depois de quatro anos como técnico.

"Eu não sou mais o técnico da seleção nacional do Paraguai a partir de hoje", disse o argentino. "Considero que não posso mais conrtibuir com tudo que imaginei quando assumi a seleção", acrescentou, em entrevista coletiva.

"Depois da Copa do Mundo nós imaginamos um cenário de maior crescimento, (mas) eu acredito que atingimos um ponto onde os resultados estão em um lugar e a performance da equipe está em outro", disse ele, depois de seu time ter sido criticado pelas atuações na Copa América, na Argentina.

O Paraguai não venceu nenhum jogo na competição, chegando à final com cinco empates, incluindo duas vitórias nos pênaltis, antes de perder para o Uruguai no domingo por 3 x 0.

O novo técnico do Paraguai foi apresentado nesta sexta e será Francisco Arce, que comandou com êxito o clube da primeira divisão Rubio Ñu nos últimos tres anos, mas não tem experiência como técnico em grandes equipes.

O ex-jogador do Grêmio e do Palmeiras, que disputou com o Paraguai os Mundiais da França em 1998 e da Coreia-Japão em 2002, disse que buscará fazer com que a equipe melhore seu jogo com uma proposta mais agressiva na parte ofensiva.

"Em primeiro lugar, melhorar a posse de bola, buscar melhores alternativas do meio para frente. Nós temos esse perfil e não vamos fazer nada diferente do que o plano local conhece de nosso trabalho", disse Arce a repórteres depois de sua nomeação.