Ministro defende que sorteio da Copa do Mundo seja fora do Rio

segunda-feira, 1 de agosto de 2011 15:19 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os eventos relacionados à Copa do Mundo de 2014 devem ser levados para as diferentes regiões do país e não ficar apenas no Rio de Janeiro, disse nesta segunda-feira o ministro do Esporte, Orlando Silva, sobre o desejo carioca de sediar o sorteio final dos grupos para a competição.

O Rio, que no sábado recebeu o sorteio das eliminatórias da Copa -- primeiro evento oficial da competição --, também já lançou sua candidatura para o sorteio dos oito grupos com as 32 seleções classificadas para o Mundial, que está marcado para dezembro de 2013.

"Seria muito importante se nós pudéssemos realizar os eventos da Copa em vários Estados e cidades do Brasil. É uma forma de nacionalizar o projeto", disse o ministro do Esporte em evento no Rio.

"Está certo que o Rio de Janeiro é um cidade sedutora, todos queremos conhecer a cidade. Seria muito legal se outros eventos da Copa acontecessem em outras regiões", acrescentou.

O Rio de Janeiro já foi escolhido para abrigar o centro de mídia do Mundial, além de provavelmente ser o palco principal da Copa das Confederações em 2013. O Maracanã ainda vai receber o jogo final da Copa em 2014.

Segundo o ministro, o sorteio pode até mesmo ser levado para uma cidade que não esteja relacionada para receber partidas do Mundial.

"Esse sorteio poderia acontecer mesmo numa cidade que não seja sede em 2014. Seria melhor que tivesse mais eventos e mais cidades no Brasil", disse.

(Por Rodrigo Viga Gaier)