Chefe da Williams quer mais corridas na F1

quarta-feira, 3 de agosto de 2011 16:19 BRT
 

Por Mark Meadows

LONDRES (Reuters) - O presidente da equipe Williams, Adam Parr, declarou - contrariando a tendência geral - que desejaria ver mais corridas no já lotado calendário da Fórmula 1.

Várias equipes já manifestaram insatisfação com o recorde de 21 provas programadas para 2012. Mesmo que o GP da Turquia seja eliminado, como parece provável, fazer 20 provas será um tremendo desafio logístico e mental para os participantes.

Mas Parr defendeu que os fins de semana dos GPs sejam mais curtos, o que abriria espaço para outras provas num momento em que a categoria cada vez mais chega a novos mercados.

"Acho que o número de corridas pode aumentar um pouquinho. Poderíamos dar uma olhada no formato do fim de semana, e poderíamos ter mais um par de corridas", disse Parr a jornalistas. "Há formas de elevar o faturamento."

Ele também reconheceu como inevitável a decisão da categoria de entregar os direitos de transmissão da F1 na Grã-Bretanha ao canal pago Sky Sports, deixando a BBC só com metade das provas - será a primeira vez que o campeonato não estará totalmente disponível na TV aberta nesse país. Segundo Parr, a BBC está cortando gastos e a F1 tem de arcar com enormes custos.

 
O presidente da equipe Williams, Adam Parr, posa para fotógrafos em evento da Williams em Londres, fevereiro de 2011. Parr, declarou que desejaria ver mais corridas no já lotado calendário da Fórmula 1. 09/02/2011 REUTERS/Toby Melville