Presidente da FIA considera volta da Fórmula 1 ao México

sexta-feira, 5 de agosto de 2011 18:34 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o francês Jean Todt, disse nesta sexta-feira que a Fórmula 1 poderá voltar ao México no futuro, mas não esclareceu em quanto tempo.

A Cidade do México foi sede de 15 corridas da F1 entre 1963 e 1970 e entre 1986 e 1992.

"Já foi no passado e não há razão para não ser no futuro, faz parte das reuniões que pretendo fazer para ver o circuito Hermanos Rodríguez. Hoje o México é um país forte economicamente e estou certo de que no futuro é possível", disse Todt em entrevista coletiva.

Ele esclareceu que antes de que qualquer país seja sede de uma corrida de F1 é preciso que se leve em conta uma série de condições, a mais importante delas é a segurança para os pilotos e o público.

"Sabemos que as corridas têm um custo. Há uma série de critérios que precisam ser levados em conta para homologar um evento, principalmente o parâmetro de segurança (nas pistas)", acrescentou Todt.

Atualmente, o piloto mexicano Sergio Pérez corre pela equipe suíça Sauber.

(Reportagem de Carlos Calvo)