Circuito indiano de F1 ficará pronto a tempo, diz federação

sábado, 6 de agosto de 2011 12:39 BRT
 

Por Sudipto Ganguly

MUMBAI (Reuters) - O responsável pelas competições automobilísticas da Índia descartou as preocupações com a disponibilidade do circuito para a estreia do país na Fórmula 1 em outubro, mas está descontente com os relatos de que a corrida pode ser transferida para o calor sufocante de abril na próxima temporada.

Dependente de uma inspeção final, o Grande Prêmio da Índia terá lugar no Circuito Internacional Buddh, a cerca de 40 quilômetros de Nova Délhi, no dia 30 de outubro. Reportagens têm dito que Bernie Ecclestone, chefão da F1, propôs uma vaga na próxima temporada para abril de 2012.

"Não estou contente com abril, porque vai estar quente", declarou Vicky Chandhok, presidente da Federação de Clubes de Esportes Automobilísticos da Índia à Reuters em entrevista.

"Se tivermos que fazer em abril, faremos. Mas realmente acho que as datas ideais para a Índia são quando está mais fresco. Talvez março, ou então que seja em outubro, novembro, dezembro."

As temperaturas na capital indiana ficam em torno dos 40 em abril, e ficam mais quentes em maio.

"Em Nova Déli não há umidade, não é tão alto. Estão correndo na Malásia, onde a umidade é maior", disse Chandhok, pai de Karun, piloto da Lotus, sorrindo.

A Federação Internacional de Automobilismo adiou a inspeção final do circuito em um mês, para o dia 1o de setembro, mas Chandhok aquietou os temores de atraso nas construções e disse que a questão é puramente "logística."

"Razões puramente administrativas. O assessor de pista Charlie Whiting, que já esteve aqui três, quatro vezes, nos perguntou 'não faz sentido que combine aqui com a Coreia", afirmou Chandhok.   Continuação...