Fàbregas está perto, mas ainda não é do Barcelona, diz Guardiola

sábado, 13 de agosto de 2011 13:36 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Barcelona está perto de contratar Cesc Fàbregas, mas o meia ainda é jogador do Arsenal, afirmou no sábado o técnico do time catalão, Josep Guardiola, na véspera do partido de ida da Supercopa do futebol espanhol, contra o Real Madrid.

O Barça, campeão da Liga Espanhola e da Liga dos Campeões, enfrenta seu maior rival no domingo no estádio Santiago Bernabéu, e na quarta disputará o duelo de volta no Camp Nou, com o esperado retorno de Fàbregas cada vez mais próximo.

Segundo jornais espanhóis, o Arsenal e o Barcelona chegaram a um acordo pelo jogador da seleção espanhola por cerca de 40 milhões de euros (cerca de 92 milhões de reais) e o único obstáculo pendente seria a confirmação oficial.

"Segundo a informação que tenho, está tudo muito avançado, mas falta um papel. Ainda é jogador do Arsenal," disse Guardiola em uma entrevista coletiva no Barcelona.

O jogador de 24 anos, que se transferiu para Londres da categoria de base do Barcelona em 2003 e se tornou o capitão do Arsenal, tem sido há muito tempo objeto de desejo do atual campeão europeu.

O zagueiro do Barcelona Gerard Piqué afirmou em seu perfil no Twitter (@3gerardpique): "¡Cesc. Ja el tenim aquí!" ("Cesc, Já te temos aqui," em catalão). O capitão Carles Puyol (@Carles5puyol) escreveu na mesma rede social: "¡Benvingut a casa! Feliç de tenir-te aquí" ("Bem-vindo à casa! Feliz de tê-lo aqui," em catalão).

A Supercopa da Espanha inaugura a temporada, enquanto o começo da Liga Espanhola está previsto para o próximo fim de semana, apesar de o sindicato de jogadores de futebol ter convocado uma greve para as duas primeiras rodadas, tanto na primeira quanto na segunda divisão.

(Por Mark Elkington)

 
Meia do Arsenal, Cesc Fàbregas, durante evento promocional para lançar novo perfume em Madri. O Barcelona está perto de contratar Fàbregas, mas o meia ainda é jogador do Arsenal, afirmou no sábado o técnico do time catalão, Josep Guardiola, na véspera do partido de ida da Supercopa do futebol espanhol, contra o Real Madrid.
15/06/2011      REUTERS/Andrea Comas