Murray é campeão em Cincinnati após desistência de Djokovic

segunda-feira, 22 de agosto de 2011 14:36 BRT
 

Por Simon Evans

MASON, EUA (Reuters) - O britânico Andy Murray conquistou o título do Masters de Cincinnati neste domingo quando seu adversário na final, o sérvio e número um Novak Djokovic, desistiu por estar contundido.

Murray liderava em 6-4 e 3-0 quando Djokovic, que havia recebido tratamento no ombro direito no final do primeiro set, jogou a toalha, despertando dúvidas sobre seu preparo para o Aberto dos Estados Unidos.

Neste ano esta foi somente a segunda derrota de Djokovic, cujas vitórias na temporada atual incluem o Aberto da Austrália e Wimbledon, mas a lesão não poderia ter ocorrido em um momento pior - o último Grand Slam de 2011 começa no dia 29 de agosto em Nova York.

Djokovic, que busca um inédito sexto título na série Masters nesta temporada, teve problemas desde o início, com Murray quebrando seu primeiro game de serviço.

O sérvio mostrou certo desconforto no ombro, mas ainda foi capaz de devolver a quebra e fazer 3-3 e animar a plateia, antecipando uma verdadeira batalha.

Mas Murray, mostrando confiança e eficiência, conseguiu novamente uma quebra em seguida, encerrando uma troca de bolas sensacional com um lindo golpe vencedor de direita.

O escocês serviu para fechar o set e Djokovic pediu tempo para ser atendido por um médico durante o intervalo, recebendo uma longa massagem no ombro direito e no braço.

Ele voltou à quadra demonstrando um incômodo evidente, e depois de perder seus dois primeiros games de serviço resolveu entregar o jogo em 3-0 e foi à rede apertar a mão de Murray.

Foi o segundo título do número quatro do mundo em Cincinnati, onde também bateu Djokovic na final de 2008, seu sétimo troféu Masters e um grande incentivo em seus preparativos para Flushing Meadows.

 
Andy Murray durante jogo contra Novak Djokovic no Aberto de Cincinnati, em Ohio. Murray conquistou o título do Masters de Cincinnati neste domingo quando seu adversário na final, o sérvio e número um Novak Djokovic, desistiu por estar contundido. 21/08/2011  REUTERS/John Sommers II