F1 espera casa cheia em seu 1o GP na Índia

terça-feira, 23 de agosto de 2011 10:29 BRT
 

Por Amlan Chakraborty

NOVA DÉLHI (Reuters) - O lote inicial de ingressos para o primeiro GP da Índia de Fórmula 1 se esgotou em apenas três horas, no sábado, deixando os organizadores animados com a possibilidade de ter casa cheia na corrida de 30 de outubro, num autódromo nos arredores de Délhi.

O faturamento com esse primeiro lote foi de 12,5 milhões de rupias (273.768 dólares). "Honestamente, já esperávamos tamanha resposta. Afinal, trata-se da primeira corrida de Fórmula 1 na Índia, e havia expectativa sobre quando os ingressos finalmente seriam postos à venda", disse à Reuters Ashish Hemrajani, diretor da empresa Bookmyshow.com, responsável pelas vendas.

Desde sábado - contando outros lotes colocados à venda -, os organizadores já arrecadaram mais de 50 milhões de rupias. "Exceto pelo críquete e o cinema, não temos tal resposta. Acho que a maioria dos ingressos vendidos até agora foi para pessoas que moram em Délhi e arredores."

Ele disse que em breve irá lançar pacotes com hospedagem para estrangeiros que desejem ver a prova.

Na semana passada, o dirigente Bernie Ecclestone deu um entusiasmado aval ao novo Circuito Internacional Buddh, que será homologado em 1o de setembro. Os pilotos indianos Narain Karthikeyan e Karun Chandhok também gostaram do traçado.

"A primeira vez que eu fui lá foi em abril do ano passado, e vi muita lama e algumas poças", disse Chandhok a jornalistas no sábado, num evento para o início das vendas dos ingressos.

"A ondulação que eles criaram é muito impressionante (...), dá mais caráter ao circuito", disse o piloto reserva da Lotus, que teve a chance de disputar o GP da Alemanha, no mês passado, no lugar de Jarno Trulli.

"Acho que temos duas ou três curvas especiais, com o dobro da largura, para propiciar ultrapassagens. Este é o primeiro circuito do mundo com zonas de ultrapassagem recomendadas por alguns pilotos e pelo (diretor de corridas da FIA) Charlie Whiting."

Karthikeyan, que foi dispensado pelo Hispania, mas voltará à pista para correr em casa, tem opinião semelhante. "Há muitas oportunidades de ultrapassagem, e vi quatro ou cinco lugares desses."