Alex Ferguson deixa de boicotar a BBC

quinta-feira, 25 de agosto de 2011 11:40 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, encerrou seu longo boicote aos profissionais da BBC, disse o clube inglês nesta quinta-feira.

Ferguson havia deixado de falar à emissora pública britânica de rádio e TV em 2004, por causa de um programa que mencionava seu filho Jason, então agente de jogadores.

"Sir Alex Ferguson e a BBC decidiram deixar para trás as dificuldades que levaram sir Alex a se sentir impossibilitado de aparecer nos programas da BBC", disse o clube em nota. "Isso se segue a uma reunião entre sir Alex e o diretor-geral da BBC, Mark Thompson, e o diretor da BBC Norte, Peter Salmon. As questões foram resolvidas para satisfação de ambas as partes."

Ferguson recebia multas progressivas por causa do boicote, que violava a obrigatoriedade de técnicos e jogadores ficarem disponíveis às emissoras que pagam para transmitir os jogos.

Não foram divulgados detalhes sobre as razões que levaram Ferguson a mudar de posição.

(Reportagem de Mark Meadows)

 
Técnico do Manchester United, Alex Ferguson, antes de jogo contra o Manchester City, em Londres. Ferguson encerrou seu longo boicote aos profissionais da BBC, disse o clube inglês nesta quinta-feira. 07/08/2011  REUTERS/Toby Melville