Cirurgia de Ricardo Gomes é bem-sucedida; estado ainda é grave

segunda-feira, 29 de agosto de 2011 14:30 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico do Vasco e ex-jogador da seleção brasileira, Ricardo Gomes, se recupera da cirurgia neurológica a que passou no domingo para tratar um acidente vascular cerebral hemorrágico, mas seu estado de saúde ainda é considerado grave.

Segundo boletim médico divulgado nesta segunda-feira, o treinador de 46 anos está no Centro de Terapia Intensiva do hospital Pasteur, na zona norte do Rio de Janeiro, e respira com a ajuda de aparelhos.

"A tomografia computadorizada no pós-operatório imediato foi bastante satisfatória, mostrando que o hematoma cerebral foi totalmente removido e a pressão intracraniana está sob controle", afirma o boletim divulgado pelo hospital.

"Na reavaliação de hoje (segunda-feira) o pós-cirúrgico do paciente está evoluindo bem, sem apresentar intercorrências. No momento não há previsão de novos procedimentos... Ainda é muito precoce para avaliação de possibilidade de sequelas."

O treinador passou por uma cirurgia de três horas no domingo após passar mal quando estava à beira do gramado durante o segundo tempo do clássico entre Flamengo e Vasco e foi levado em estado grave para um hospital.

Lá foi detectado que ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral hemorrágico e a operação, considerada bem-sucedida pelos médicos, serviu para conter o hematoma gerado pelo AVC.

Os médicos disseram que as próximas 72 horas serão fundamentais para determinar se o AVC deixará ou não sequelas no treinador.

Gomes deve ficar internado por pelo menos 8 dias no hospital e a volta aos gramados ainda tem prazo indefinido.

No ano passado, quando era técnico do São Paulo, Ricardo Gomes, já havia enfrentado uma isquemia leve.

Gomes jogou na seleção brasileira entre as décadas de 80 e 90 e também já dirigiu clubes na França e a seleção pré-olímpica que não conseguiu vaga para os Jogos de Atenas, em 2004.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
Técnico do Vasco da Gama, Ricardo Gomes, durante jogo da Copa Sul-Americana contra o Palmeiras, em São Paulo, na quinta-feira. Gomes passou por uma neurocirurgia que durou cerca de 3 horas na noite de domingo para conter o hematoma provocado por um acidente vascular cerebral hemorrágico e a operação foi considerada bem sucedida pelos médicos.
 25/08/2011  REUTERS/Paulo Whitaker