Estreia de Senna deixa Renault animada

segunda-feira, 29 de agosto de 2011 11:15 BRT
 

Por Alan Baldwin

BRUXELAS (Reuters) - A Renault aposta que Bruno Senna em breve vai marcar pontos na Fórmula 1, depois da turbulenta estreia do brasileiro pela equipe, no domingo, no GP da Bélgica.

Senna, sobrinho do tricampeão Ayrton, obteve um notável sétimo lugar no grid de largada, mas foi penalizado com uma parada nos boxes durante a corrida depois de causar um acidente logo na primeira curva. Mesmo assim, terminou em 13o lugar, enquanto seu colega de equipe, o russo Vitaly Petrov, ficou em nono.

"São sentimentos ambíguos... mas ele fez uma corrida sólida, com bom ritmo, suficientemente consistente", disse o diretor da equipe na F1, Eric Bouiller, à Reuters.

"Ele precisa melhorar, mas foi uma boa corrida. Se ele conseguir desempenhar como neste fim de semana em todas as corridas, acho que ele será bom a ponto de trazer pontos para a gente."

Senna correu na temporada passada pela inexpressiva HRT, mas estava fora do grid desde novembro. Na volta às corridas, ele admitiu que calculou mal as distâncias de frenagem com o tanque cheio -- e pediu desculpas ao espanhol Jaime Alguersuari, da Toro Rosso, abalroado por ele na largada.

"Obviamente eu queria ter terminado melhor, considerando minha posição no grid, mas agora tenho um bom ritmo a partir do qual melhorar e ir para Monza (o GP da semana que vem)", disse Senna.

A Renault ainda não confirmou se Senna será mantido após a prova na Itália. Mas Bouiller mostrou que a intenção é essa.

"Ele testou um par de vezes, mas não corria desde novembro, então precisava deste fim de semana e da corrida para voltar à pista e a ficar veloz", afirmou.

"O resultado do fim de semana é frustrante... mas acho que o carro é suficientemente rápido para talvez brigar com a Mercedes, o que é bom. Ambos os pilotos, se não fizerem erros ou bobagens, podem estar lá."

A Renault/Lotus está em quinto lugar no campeonato, 30 pontos atrás da Mercedes.

 
Bruno Senna, da Renault, durante sessão classificatória do Grande Prêmio da Bélgica, em Spa-Francorchamps. A Renault aposta que o brasileiro em breve vai marcar pontos na Fórmula 1, depois da turbulenta estreia do brasileiro pela equipe, no domingo, no GP da Bélgica.
27/08/2011        REUTERS/Thierry Roge