Ambicioso, PSG espera ingressar na elite do futebol europeu

quinta-feira, 1 de setembro de 2011 14:44 BRT
 

Por Julien Pretot

PARIS (Reuters) - Depois de ser comprado por um grupo milionário do Catar e se tornar um dos maiores gastadores do período de transferências, o Paris St. Germain espera finalmente entrar no principal escalão do futebol europeu.

O PSG não ganha o Campeonato Francês desde 1994, mas para esta temporada trouxe nove jogadores, incluindo o argentino Javier Pastore, nova sensação na Europa, comprado do Palermo por 42 milhões de euros (60,4 milhões de dólares) -- um valor recorde para a França.

O time também adquiriu o atacante francês Kevin Gameiro, do Lorient, por 11 milhões de euros, e os meio-campistas franceses Jeremy Ménez, da AS Roma, e Blaise Matuidi, do St Etienne (ambos por 8 milhões de euros).

Também se juntarão à equipe o meio-campista Mohamed Sissoko, os goleiros Salvatore Sirigu e Nicolas Douchez, e os zagueiros Diego Lugano e Milan Bisevac, o que totaliza gastos estimados em 86,2 milhões de euros.

O brasileiro Leonardo, nomeado diretor-geral depois que no começo do ano a Qatar Sports Investments (QSI) adquiriu participação de 70 por cento no PSG, acredita que a paciência é a chave para o que ele classifica como um projeto de longo prazo.

"Não estamos procurando ser sensações do dia para a noite. Nossa missão é formar uma equipe vencedora, entusiástica, e sermos exemplares com nossa organização e os que nos apoiam", disse o brasileiro no mês passado.

O PSG superou um mau começo na liga antes de vencer os dois últimos jogos. Gameiro, que tem entusiasmado os torcedores, fez três gols em quatro partidas e Pastore marcou outros dois.