Argentina não pensa em vingança contra a Nigéria

segunda-feira, 5 de setembro de 2011 12:43 BRT
 

DHAKA (Reuters) - O técnico da Argentina, Alejandro Sabella, não quer falar de vingança quando seu time entrar em campo contra a Nigéria na terça-feira, em um amistoso na capital de Bangladesh, Dhaka.

A Argentina perdeu por 4 x 1 para a Nigéria em Abuja em junho, quando seu ex-técnico Sergio Batista colocou em campo uma equipe inexperiente.

"Não penso em vingança. Não é bom para os seres humanos, não é bom para ninguém, vamos tentar vencer, mas não acho que o faremos por vingança", disse Sabella em uma coletiva de imprensa na segunda-feira.

"É um jogo diferente porque chegamos aqui com um time mais forte, mas veremos amanhã", disse.

"Não sei que tipo de time eles colocarão em campo amanhã. Eles jogaram ontem (domingo) contra Madagascar", disse Sabella referindo-se à vitória da Nigéria por 2 x 0 em um jogo válido pelas eliminatórias para a Copa das Nações Africanas.

Centenas de fãs receberam a equipe argentina quando ela chegou ao aeroporto de Dhaka vindo da cidade indiana de Calcutá, onde derrotou a Venezuela por 1 x 0 em um amistoso na sexta-feira.

Duas vezes Jogador do Ano, Lionel Messi foi o centro das atenções e a perspectiva de ver o atacante do Barcelona provocou enorme excitação em Bangladesh, um país apaixonado por futebol.

Sabella deu a Messi a braçadeira de capitão depois de assumir o cargo de técnico.

"A primeira coisa que eu tenho que fazer é encontrar algum equilíbrio entre ataque a defesa", disse Sabella.   Continuação...