Ricardo Gomes melhora e deve deixar CTI nos próximos dias

sexta-feira, 9 de setembro de 2011 17:01 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O técnico do Vasco da Gama, Ricardo Gomes, já respira sem auxílio de aparelhos e deve deixar o CTI do hospital Pasteur nos próximos dias, disseram nesta sexta-feira os médicos que cuidam do ex-capitão da seleção brasileira.

Ricardo, de 46 anos, foi submetido a uma neurocirurgia no dia 28 de agosto após sofrer um acidente vascular encefálico do tipo hemorrágico durante um jogo do Campeonato Brasileiro contra o Flamengo. No ano passado, quando dirigia o São Paulo, ele já tinha sofrido um pequeno acidente vascular cerebral.

De acordo com os médicos, o treinador já está respirando voluntariamente e não precisa mais do tubo traqueal que estava sendo utilizado desde a operação.

"Ele está respirando muito bem sem o tubo e até o momento não cogitamos retornar com a prótese respiratória. Isso significa que a recuperação dele está acima da média. Já podemos considerar também que ele já passou do período de maior gravidade", disse o médico Fabio Guimarães Miranda em entrevista coletiva, segundo nota divulgada pelo hospital.

Segundo os médicos, o treinador já consegue pronunciar algumas palavras e ficar sentado durante alguns minutos. Ricardo Gomes tem feito diariamente fisioterapia motora e respiratória no hospital

A evolução do quadro clínico é considerada satisfatória e progressiva, e Ricardo deve deixar o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) nos próximos dias, segundo os médicos.

"Ainda é cedo para avaliar o nível de melhora que ele terá na fala e no movimento, mas ele já está interagindo bem com a família e a equipe médica. O nível de consciência ainda oscila, no entanto ele apresenta momentos de lucidez mais duradouros", disse o médico José Antônio Guasti.

Ricardo Gomes levou o Vasco ao título da Copa do Brasil deste ano e o clube também faz uma boa campanha no Campeonato Brasileiro. O ex-zagueiro já dirigiu a seleção pré-olímpica do Brasil e comandou times da França, onde encerrou sua carreira de jogador.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

 
O técnico do Vasco da Gama, Ricardo Gomes, em jogo da Copa Sul-americana contra o Palmeiras, em agosto. Gomes foi submetido a uma neurocirurgia no dia 28 de agosto após sofrer um acidente vascular encefálico do tipo hemorrágico durante um jogo do Campeonato Brasileiro contra o Flamengo. Segundo os médicos que cuidam do ex-capitão da seleção brasileira, ele já respira sem auxílio de aparelhos e deve deixar o CTI do hospital Pasteur nos próximos dias. 25/08/2011 REUTERS/Paulo Whitaker