Morre sobrevivente de acidente aéreo da equipe russa de hóquei

segunda-feira, 12 de setembro de 2011 11:59 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - O único membro da equipe de hóquei no gelo Yaroslavl Lokomotiv a sobreviver a um acidente aéreo da semana passada, no leste da Rússia, morreu nesta segunda-feira por causa de seus ferimentos, disse o centro médico que tratou o paciente.

Alexander Galimov, junto com um membro da tripulação, foram encontrados vivos depois que o jato Yak-42 transportando a equipe para um jogo em Belarus caiu nas margens de um rio pouco depois da decolagem, na quarta-feira passada. O acidente matou 43 pessoas.

Ele sofreu queimaduras em 80 por cento do corpo e morreu nesta segunda-feira.

"Fizemos tudo o que podíamos para mudar o percurso dos eventos e salvar sua vida, mas infelizmente estávamos lidando com ferimentos fatais", disse Andrei Alexeyev, chefe do centro de queimaduras no Instituto Cirúrgico de Vishnevsky.

Entre as outras vítimas estavam três tchecos campeões mundiais -- Jan Marek, Karel Rachunek e Josef Vasicek --, o goleiro sueco Stefan Liv e o técnico canadense Brad McCrimmon.

O acidente foi o mais recente de uma série de desastres no transporte que obrigaram o presidente russo, Dmitry Medvedev, a determinar reformas no transporte aéreo e hidroviário.

Antes da eleição parlamentar em dezembro e da eleição presidencial no próximo ano, em que poderá concorrer a um segundo mandado, Medvedev exigiu a rápida redução no número de voos domésticos e disse que a Rússia poderá ter de comprar aviões estrangeiros para melhorar a segurança.

O premiê Vladimir Putin liderou dezenas de milhares de pessoas nas homenagens à equipe no sábado.

(Reportagem de Albina Kovalyova)

 
Alexander Galimov da equipe de hóquei no gelo russa, em foto sem data, divulgada em 7 de setembro. O único membro da equipe de hóquei no gelo Yaroslavl Lokomotiv a sobreviver a um acidente aéreo da semana passada, no leste da Rússia, morreu nesta segunda-feira por causa de seus ferimentos, disse o centro médico que tratou o paciente.07/09/2011  REUTERS/Fotoagentstvo KHL/Divulgação