Ricardo Gomes deixa CTI e vai para quarto de hospital no Rio

segunda-feira, 12 de setembro de 2011 13:18 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Após 15 dias internado no Centro de Terapia Intensiva do Hospital Pasteur, zona norte do Rio de Janeiro, o técnico Ricardo Gomes foi transferido nesta segunda-feira para um quarto do hospital, onde seguirá se recuperando de um acidente vascular cerebral hemorrágico.

"A interação dele com os familiares e os profissionais de saúde evolui a cada dia. Ricardo Gomes prossegue com o trabalho intenso de fisioterapia motora, respondendo muito bem ao tratamento, além das sessões de fonoaudiologia", disse o boletim do hospital.

O treinador, que comanda o Vasco da Gama e sofreu o AVC durante clássico contra o Flamengo no Campeonato Brasileiro no fim de agosto, se submeteu a uma neurocirurgia para tratar do problema.

Ele passou por uma reavaliação antes da alta do UTI, e a evolução do quadro é considerada progressiva, de acordo com os médicos.

O técnico de 46 anos está lúcido, respirando sem a ajuda de aparelhos e em condição estável clínica e neurologicamente, depois de ficar alguns dias sedado e com ventilação mecânica.

Pessoas próximas a ele disseram que Ricardo Gomes tem um comprometimento de parte dos movimentos do lado direito do corpo em consequência do AVC, mas os médicos avaliam que ainda é cedo para falar em sequelas.

Jogador da seleção brasileira nas décadas de 1980 e 1990, Ricardo Gomes já havia sofrido um AVC de menor porte no ano passado, quando dirigia o São Paulo.

O treinador levou o Vasco ao título da Copa do Brasil deste ano e o clube também faz uma boa campanha no Campeonato Brasileiro. O ex-zagueiro já dirigiu a seleção pré-olímpica do Brasil e comandou times da França, onde encerrou sua carreira de jogador.

(Por Rodrigo Viga Gaier)